topo
Home > Artigos > A sabedoria: Dom Paulo Mendes Peixoto

A sabedoria: Dom Paulo Mendes Peixoto

Além de indicar “saber”, a palavra sabedoria sugere também o termo “sabor”. Podemos, com isto, entender sabedoria de duas formas: uma ligada mais às coisas do mundo, com as exigências próprias de influência da cultura moderna, e sabedoria conforme as propostas do Reino de Deus, contidas nos livros da Sagrada Escritura. É preciso ter sabor pelo saber. Aliás, estamos no mundo do conhecimento onde vemos que, quase sempre avança e vence, quem sabe mais. A sabedoria é um dom, mas também fruto de esforço pessoal. “Ninguém nasce sabendo”, mas tem que fazer um caminho de conquista, de muito estudo, de ir ao encontro do saber com sabor.

O Rei Salomão pede sabedoria para governar bem o seu povo. Por isto tinha fama de sábio, julgava com prudência, discernimento e ponderação (I Rs 3,9). Mas não basta apenas esforço de inteligência para conseguir sabedoria. Salomão entendeu isto e pediu a Deus justamente sabedoria. Pode ser que esta atitude esteja faltando em muitas pessoas dos novos tempos. Na visão bíblica, é chamado de sábio quem for capaz de renunciar e ser desapegado do que é do mundo. Significa colocar as coisas nos seus devidos lugares, valorizando o que nos leva ao encontro com Deus. São atitudes que, aos olhos do mundo, parecem ser de loucura. Pensando bem, no mundo muita coisa não passa de simples vaidade.

Dom Paulo Mendes Peixoto





Deixe seu comentário!

Nome*:
Email*:
Site:
Mensagem:







Paróquia Santa Rita
Rua Dr. Rafael de Castro, n.º 222 - Santa Rita
Telefone: 73 3263 - 1044
plug21.com