topo
Home > Caminhada > Nossa Diocese acolhe três novos Diáconos: Aldomiro Aciole, Jan Gabriel e Raul Felipe

Nossa Diocese acolhe três novos Diáconos: Aldomiro Aciole, Jan Gabriel e Raul Felipe

Dia 29 de Dezembro de 2012, a nossa Diocese de Teixeira de Freitas – Caravelas / BA viveu um momento solene, com a celebração de Ordenação Diaconal de três jovens: Aldomiro Aciole, Jan Gabriel e Raul Felipe.

O diaconato consiste no 1º grau do Sacramento da Ordem. São-lhes impostas as mãos “não para o sacerdócio, mas para o serviço”. Para a ordenação ao diaconato, só o Bispo impõe as mãos, significando assim que o diácono está especialmente ligado ao Bispo nas tarefas de sua “diaconia”. Os diáconos participam de modo especial na missão e graça de Cristo. São marcados pelo sacramento da Ordem com um sinal (“caráter”) que ninguém poder apagar e que os configura a Cristo, que se fez “diácono”, isto é, servidor de todos. Cabe aos diáconos, entre outros serviços, assistir o Bispo e os padres na celebração dos divinos mistérios, sobre tudo a Eucaristia, distribuir a Comunhão, assistir ao Matrimônio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir o funerais e consagrar-se aos diversos serviços da caridade.

A celebração presidida por Dom Carlos Alberto e concelebrada por todo o clero da nossa diocese e o clero de demais dioceses participantes inicia com a Marcha da Igreja, que nos leva a compreender tamanha riqueza da nossa Igreja e a comunhão que se estabelece em todo o mundo.

Após a proclamação do Evangelho tem inicio o rito da Ordenação Diaconal. Os pré-diáconos são apresentados ao senhor Bispo, pelo Pe. Isael, Reitor do Seminário Propedêutico da Nossa Diocese.

Em seguida, Dom Carlos inicia sua homilia, falando da felicidade e do presente que a nossa diocese ganha recebendo esses três jovens que serão ordenados diáconos pela nossa diocese. Agradece a Deus pelo surgimento de novas vocações sacerdotais e religiosas em nossa diocese. Agradece ainda de maneira especial aos pais e familiares dos jovens que serão ordenados diáconos.

Dom Carlos fala de três pontos que deseja ressaltar na liturgia. A primeira reflexão é sobre a oração da coleta presente na nossa liturgia. Dom Carlos ressalta a importância de estar a serviço e não estar para ser servido. Fala ainda que esses jovens que se preparam durante sete a oito anos, precisam entender que estão assumindo o compromisso de servir a Igreja, mesmo diante das suas fragilidades. A primeira palavra é SERVIR. A carta de São Paulo aos Colossenses fala da importância de servir de exemplo aos irmãos. A carta de São Paulo nos convida ao progresso. O progresso da vida espiritual, o progresso na vida da Igreja. O progresso depende da abertura que cada um dá para Deus. No Evangelho de São João, apresenta Jesus que fala para seus discípulos, “…assim como o Pai me amou eu também vos amei”. Fala aos jovens que são chamados a amar, a servir. Fala da importância de cumprir a vontade de Deus, de deixarmos seduzir por esse Deus amoroso, que nos deu de presente seu filho amado Jesus. Para que o amor de Deus possa permanecer é preciso abrir nosso coração para Deus.

Concluindo sua homilia, Dom Carlos parabeniza os jovens que hoje dão seu sim ao serviço a Igreja e ao próximo pelo recebimento do Diaconato e diz para eles que não precisam ter medo pois temos um advogado é Jesus Cristo.

Após a homilia continua então o rito da Ordenação Diaconal, com os jovens afirmando e confirmando seu desejo de receber o 1ª grau da ordem, bem como nossa doutrina e nossa fé. Os pré-diáconos deitam-se enquanto ressoa na igreja a ladainha de todos os santos.
Chega ao momento sublime desta celebração com o gesto de imposição das mãos e preces realizada pelo Bispo, e em seguida a concessão do grau do diaconato aos jovens Aldomiro Aciole, Jan Gabriel e Raul Felipe. Os ordenados diáconos recebem então suas vestes diaconais. E depois recebem os Evangelhos em sinal do chamado a serem mensageiros do mesmo. Os diáconos são então apresentados a comunidade.

Após a Sagrada Comunhão Eucarística, o neo-diácono Raul Felipe agradece em nome dos demais diáconos a Deus, aos familiares, sacerdotes, religiosos (as) e amigos pelo acolhimento, testemunho e amizade e em especial ao nosso bispo diocesano Dom Carlos Alberto pela confiança em lhes conceder o grau do diaconato.

Ao final, o Pe. Vanderlei Lê a ata da ordenação diaconal.

Texto escrito por: Sara Mendes Oliveira Lima

Revisão: Gidalva Pardim





Deixe seu comentário!

Nome*:
Email*:
Site:
Mensagem:







Paróquia Santa Rita
Rua Dr. Rafael de Castro, n.º 222 - Santa Rita
Telefone: 73 3263 - 1044
plug21.com