topo
Home > Capa > Papa volta a defender o casamento durante vigília em Madri

Papa volta a defender o casamento durante vigília em Madri

O Papa Bento XVI voltou a defender neste sábado (20), durante discurso de abertura em uma vigília de oração que reuniu milhares de jovens em um aeroporto de Madri (Espanha), a insolubilidade do casamento entre um homem e uma mulher. O pontífice realiza uma visita de quatro dias à Espanha.

Bento XVI teve que interromper seu discurso no segundo parágrafo por causa da forte tempestade que atingiu o local. De acordo com os organizadores, mais de um milhão de peregrinos católicos de todo o mundo que participam das festividades do Dia Mundial da Juventude acompanharam o discurso.

O Papa afirmou que a fé não se opõe aos mais altos ideais, “ao contrário, exalta e aperfeiçoa”. Ele convidou os jovens a não se contentar com “menos que a verdade e o amor “.

“Neste momento, a cultura relativista que despreza a busca pela verdade, que é a mais alta aspiração do espírito humano, propomos com coragem e humildade o significado universal de Cristo como o salvador de todos os homens e uma fonte de esperança nossas vidas”, disse.

O Papa disse que o casamento é um projeto de amor que se caracteriza por uma rendição completa da pessoa e, portanto, reconhecer a beleza e a bondade do casamento é ter consciência. “Que só um espaço de fidelidade e indissolubilidade e uma abertura ao dom de Deus da vida é suficiente para a grandeza e a dignidade do amor conjugal “.

O evento contou com a presença de aproximadamente 50 mil cardeais e bispos.

Calor
Antes de o Pontífice discursar, os jovens católicos já se reuniam no aeroporto. Os oficiais do Corpo de Bombeiros jogaram água nas pessoas para refrescar os quase 40ºC. De acordo com informações do serviço de saúde local, cerca de 700 pessoas foram atendidas em virtude do forte calor e 23 foram encaminhadas para hospitais próximos.

Missa
Pela manhã, durante missa que celebrou na catedral da Almudena de Madri, o Papa voltou a defender diante de cerca de 5.000 pessoas o celibato dos padres e pediu aos seminaristas que não se deixem intimidar “por um ambiente onde se pretende excluir Deus e onde o poder, a posse e o prazer frequentemente são os principais critérios pelos quais se rege a existência”.
“A santidade da Igreja é antes de tudo a santidade da própria pessoa de Cristo, de seu evangelho e de seus sacramentos, a santidade daquela força do alto que a encoraja e impulsiona. Nós devemos ser santos para não criar uma contradição entre o que somos e a realidade que queremos significar”, declarou Bento XVI.

Manifestações
Na sexta-feira (19), milhares de manifestantes pertencentes sobretudo ao movimento dos ‘indignados’ voltaram a protestar contra a visita do Papa. Eles tentavam chegar pelas ruas adjacentes a essa praça, para a qual se dirigia uma procissão para participar da Via Crúcis do Papa. Os protestos contaram com a presença da polícia.





Deixe seu comentário!

Nome*:
Email*:
Site:
Mensagem:







Paróquia Santa Rita
Rua Dr. Rafael de Castro, n.º 222 - Santa Rita
Telefone: 73 3263 - 1044
plug21.com